política

Análise do ranking de deputados estaduais e federais de Pernambuco nas redes sociais: dezembro de 2019

A partir do último levantamento da Paradox Zero sobre a performance nas redes sociais, de deputados estaduais e federais, é possível conferir quem ganhou e quem perdeu seguidores no intervalo de um ano. Em 2019, o maior destaque entre os estaduais permaneceu com Clarissa Tércio (PSC), que começou o ano com 59 mil e termina com quase 98 mil curtidores no Facebook.

Análise do ranking de vereadores do Recife nas redes sociais: outubro de 2019

Se poucos deputados usam as redes sociais para se comunicar com os eleitores sobre o mandato, entre os vereadores do Recife a situação é ainda mais crítica. Os dados do novo ParlaFacebook, levantamento da Paradox Zero sobre a atuação parlamentar nas redes, mostra a variação entre vereadores durante o ano. Todos os gráficos estão disponíveis

Análise de deputados estaduais e federais de Pernambuco no Facebook – abril/2019

A segunda avaliação da Paradox Zero para a nova legislatura na Alepe (2019-2022) mostra que os deputados estaduais e federais estão estagnados na performance do Facebook. Acesse aqui os infográficos completos: paradoxzero.com/facedeputados DEPUTADOS ESTADUAIS — Se depender das interações com o eleitor pelas redes sociais, as novas legislaturas na Alepe e na Câmara Federal seguem à risca o

Impeachment – reveja os votos da bancada de Pernambuco na Câmara

Para o bem ou para o mal, foi um deputado de Pernambuco quem deu o voto decisivo que garantiu o prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), em sessão realizada no domingo (17), na Câmara Federal. Bruno Araújo (PSDB) foi o voto de número 342, quantidade mínima necessária para encaminhamento do processo

Análise dos candidatos ao Governo do RJ na web

O GLOBO — Em 2010, a aposta de especialistas em marketing político era que, quatro anos depois, as redes seriam largamente usadas pelos candidatos para conquistar eleitores e apresentar propostas. No entanto, a três meses do primeiro turno da eleição, um levantamento feito pela empresa de estratégias digitais Paradox Zero a pedido do GLOBO mostra que