Análise de deputados estaduais e federais de Pernambuco no Facebook – abril/2019

A segunda avaliação da Paradox Zero para a nova legislatura na Alepe (2019-2022) mostra que os deputados estaduais e federais estão estagnados na performance do Facebook. Acesse aqui os infográficos completos: paradoxzero.com/facedeputados

DEPUTADOS ESTADUAIS —

Se depender das interações com o eleitor pelas redes sociais, as novas legislaturas na Alepe e na Câmara Federal seguem à risca o velho clichê de sumir do mapa depois do período eleitoral. A análise e os infográficos do estudo ParlaFacebook, feitos regularmente pela Paradox Zero em Pernambuco, mostra que a estagnação é grande.

Na Alepe, único destaque em crescimento é Clarissa Tércio (PSC): saltou de 61 mil para 67 mil curtidores nos últimos três meses, ocupando o quarto lugar no ranking. Os três primeiros continuam sendo Romero Albuquerque (PP), Priscila Krause (DEM) e Cleiton Collins (PP), mas todos três tiveram uma pequena redução (0,3%) de curtidores.

Nomes de peso como João Paulo (PCdoB), Lucas Ramos (PSB), Tony Gel (MDB), Isaltino Nascimento (PSB), Teresa Leitão (PT), Zé Queiroz (PDT), entre outros, perderam curtidores ou tiveram crescimento pífio, abaixo de 1%. A delegada Gleide Angelo, campeã de votos em 2018, segue na contramão das normas do Facebook e não usa uma fanpage oficial, apenas o perfil pessoal. A fanpage que existe atualmente, com o nome da parlamentar, não é oficial.

Estreantes na Alepe também ignoram as redes. Romero Sales Filho (PTB) não passa dos 6,5 mil curtidores, William Brígido (PRB) não passa dos 8,7 mil, o Juntas (PSOL) fica na faixa dos 10,5 mil e todos esses não mostram sinais de crescimento. Até João Paulo Costa (Avante), que criou a fanpage oficial depois das eleições, não passa de 1,1 mil em três meses.

DEPUTADOS FEDERAIS —

Na Câmara, apenas dois destaques em crescimento: Fernando Rodolfo (PR) saltou de 25 mil para 43 mil curtidores em três meses, enquanto Túlio Gadelha (PDT) foi de 20 mil para 27 mil. Os três primeiros lugares no ranking – Daniel Coelho (PSDB), Felipe Carreras (PSB) e Marília Arraes (PT) seguem estagnados.

A exemplo deles, nomes populares como Raul Henry (MDB), Augusto Coutinho (SD), Danilo Cabral (PSB), André Ferreira (PSC), Tadeu Alencar (PSB) e outros também ficam na variação pouco acima ou abaixo de 1%. No caso de André Ferreira, foram apenas 2 mil novos curtidores durante 12 meses, entre abril/2018 e abril/2019. No mesmo período de um ano, Wolney Queiroz cresceu ainda menos (1,7 mil), Fernando Filho (DEM) apenas 300 novos curtidores e Daniel Coelho (PSDB) somente 1,5 mil, mesmo sendo líder no ranking.

Silvio Costa Filho (PRB), que até pouco tempo era bastante popular nas redes sociais, também segue parado: apenas 200 novos curtidores em três meses. João Campos (PSB) é outro que parou no tempo, apesar da popularidade, com apenas 900 novos curtidores em três meses.