Análise de deputados estaduais e federais de Pernambuco no Facebook – outubro 2018

A campanha eleitoral chega ao fim com poucas alterações no comportamento das fanpages dos deputados estaduais de Pernambuco, apesar da propaganda eleitoral permitida. A maioria não conseguiu se adequar às novas regras a tempo, enquanto outros tiveram dificuldades e não souberam aproveitar a novidade.

Na comparação entre o Top 10 de seguidores e o Top 10 de crescimento entre julho e outubro de 2018, somente dois nomes figuram nos dois rankings: Laura Gomes (PSB) e pastor Cleiton Collins (PP).

Apesar de ter menos seguidores que o pastor, Laura foi quem cresceu mais: 15,7% no período avaliado, indo de 47,2 mil para 54,6 mil seguidores. Collins cresceu 11,4%. No ranking geral, a deputada de Caruaru também ganhou duas posições: passou da oitava para a sexta posição, à frente de Vinícius Labanca (PP) e Edilson Silva (PSOL).

O deputado Dr. Valdi acordou e passou de 5,7 mil seguidores em julho e para 13,7 mil em outubro, crescimento de 139%. Eriberto Medeiros (PP) e Jadeval de Lima (PMN) também cresceram, mas com audiência inferior a 10 mil pessoas.

Entre julho e outubro, sete deputados perderam audiência no Facebook. Júlio Cavalcanti e José Humberto Cavalcanti, os dois do PTB, Edilson Silva, Nilton Mota e Clodoaldo Magalhães, ambos do PSB, Pedro Serafim Neto (PSDC) e Vinícius Labanca registraram queda de público, com índice variando entre -0,08% e -0,78%.

Nos partidos, a dianteira permanece com o PP e seus 364,5 mil seguidores divididos entre 14 deputados. O PSB é o segundo (11 parlamentares, 240 mil seguidores) e o PSD mantém a terceira posição (3 deputados, 142,6 mil seguidores). O partido mais nanico da Alepe é o PRP, com apenas 1,5 mil seguidores na página do deputado Paulinho Tomé.

O PSD, que tem em Rodrigo Novaes o campeão absoluto com 112,2 mil seguidores, também está entre os piores desempenhos. Romário Dias soma 2,6 mil seguidores em uma fanpage criada há dois anos e meio: ou seja, na prática não existe.

Deputados federais

Não se viu grandes mudanças em termos de total de seguidores, mas quando o assunto é o crescimento percentual, o Top 10 de outubro é bem diferente em relação ao de julho. Cinco deputados passaram a integrar o ranking, inclusive os três melhores colocados: Jarbas Vasconcelos (PMDB), Zeca Cavalcanti (PTB) e Adalberto Cavalcanti (Avante) acordaram e resolveram cuidar de suas páginas. Além deles, Sebastião Oliveira (PR) e João Fernando Coutinho (PROS) também entraram na lista.

Augusto Coutinho (SD), Tadeu Alencar e Danilo Cabral (ambos PSB) são os três únicos deputados presentes nos dois rankings: total de seguidores e variação de crescimento. Entre eles, Augusto é o que soma mais seguidores, 56,1 mil — acima dos 50,4 mil de Danilo e 32,5 mil de Tadeu Alencar.

Jarbas cresceu 52,8% entre julho e outubro, finalmente deixando a casa dos 7 mil seguidores, onde estava desde março do ano passado. Mesmo assim, o candidato ao Senado alcança pouca gente no Facebook, com apenas 11,5 mil seguidores. Zeca Cavalcanti, em segundo, cresceu 33%, enquanto Adalberto Cavalcanti cresceu 25%.

Augusto Coutinho e Tadeu Alencar aparecem juntos novamente, mas desta vez ao lado de Silvio Costa (Avante), quando analisamos o crescimento entre outubro 2017 e outubro 2018. Os três registraram os maiores percentuais no período. Tadeu cresceu 57,5%, seguido por Silvio (37,5%) e Augusto (20,3%). Em termos absolutos, Silvio tem o maior público entre os três, com 62,5 mil seguidores.

Daniel Coelho (PPS) continua estagnado nas redes. O crescimento registrado entre março e abril, quando a fanpage ganhou 8,4 mil seguidores, não se sustentou. O candidato à reeleição, que tinha batalhado por 3 meses para ganhar 2,1 mil seguidores, voltou a cair. Passados mais três meses, a página perdeu 0,10% dos seguidores entre julho e outubro. Além de Daniel, o único outro deputado que teve queda de público foi Jorge Côrte Real (PTB), que não disputa a reeleição. Ele perdeu -0,61% da audiência no período.

Entre os 16 partidos que compõem a bancada federal pernambucana, cinco chegam a mais de 100 mil seguidores. O DEM lidera, com 244,5 mil seguidores; na sequência vem o PSB e seus 211,9 mil. PPS, PSDB e PCdoB variam entre 192 mil e 107,6 mil seguidores.