Gestos lança campanha sobre direitos das pessoas LGBTTI

A Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero lança na próxima terça-feira (24/10), a partir das 9h30, no Auditório do Fórum Rodolfo Aureliano (Joana Bezerra), na Ilha do Leite, a campanha #GestosPelaIgualdade, que abordará os direitos das pessoas LGBTTI e pretende sensibilizar o Poder Judiciário a respeito do tema. Esta é a primeira campanha com este tema criada especialmente para os operadores da Justiça, chamando atenção sobre a importância do seu papel na promoção, na garantia e na reparação dos direitos das pessoas LGBTTI.

A campanha #GestosPelaIgualdade é financiada pela Fundação Ford e faz parte de um projeto mais amplo da Gestos, que inclui ações para fomentar grupos de ativismo político para as causas LGBTTI, a disponibilização de assessoria jurídica para pessoas que sofrem violações de direitos e o acompanhamento das atividades do parlamento (Câmara de Vereadores, Assembleia Legislativa e Congresso Nacional), além do monitoramento sobre a elaboração e aplicação de políticas públicas direcionadas para os direitos humanos relacionados à população LGBTTI.

Segundo dados do Grupo Gay da Bahia, em 2016 o Brasil registrou 343 assassinatos de pessoas LGBTTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais) – um recorde desde que a entidade passou a contabilizar as ocorrências em 37 anos de atuação. A estatística mostra que a cada 25 horas uma pessoa LGBTTI é assassinada no país vítima de LGBTfobia – o que faz do Brasil o campeão mundial de crimes deste tipo.

“A campanha pretende sensibilizar os operadores da Justiça para a importância que esses profissionais têm para o reconhecimento de direitos e o cumprimento das leis. É emblemático este momento também porque Pernambuco é o quarto estado mais violento para LGBTs do país. Há muito para ser feito para mudar esse quadro e o Judiciário tem um papel fundamental nesse processo”, destaca Alessandra Nilo, coordenadora-geral da Gestos.

O número de homicídios de pessoas LGBTTI saltou de 130, no ano 2000; para 260, em 2010; até chegar aos 343 assassinatos em 2016. O Brasil registra a alarmante marca de 938 assassinatos de pessoas trans em 8 anos, número superior aos homicídios desta natureza cometidos na Europa, África, Ásia, Oceania e América do Norte, somados, no mesmo período.

A campanha #GestosPelaIgualdade é uma realização da Gestos, com patrocínio da Fundação Ford, e conta com apoio da agência de publicidade Martpet e da empresa de TI e Comunicação Paradox Zero – que desenvolveu o site da campanha. A fotografia é da premiada fotojornalista Ana Araújo. Todo o material desenvolvido e os depoimentos colhidos para a ação #GestosPelaIgualdade estarão hospedados no site www.gestospelaigualdade.org – incluindo depoimentos em áudio, disponibilização das peças para divulgação ampla e versões para compartilhamento nas redes sociais.

A Gestos agradece ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) pela cessão do auditório do Fórum Rodolfo Aureliano para o lançamento da campanha #GestosPelaIgualdade.

Sobre a Gestos

Criada há 24 anos no Recife (PE), a Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero atua na defesa e na promoção de direitos sexuais e direitos reprodutivos (DSDR) a partir de uma perspectiva feminista, compreendendo-os como fundamentais para a prevenção do HIV e para a promoção de políticas voltadas para a melhoria das condições social, política e econômica das pessoas. A ONG oferece serviços para pessoas vivendo com HIV (atendimento psicoterapêutico, acompanhamento social e assessoria jurídica) e implementa ações voltadas às populações vulneráveis ao HIV em comunidades de baixa renda da Região Metropolitana do Recife. Em 2015, inaugurou um serviço especializado no apoio de jovens e adolescentes no campo dos direitos sexuais e reprodutivos.

Além de apoiar com pessoas vivendo com HIV e em situação de vulnerabilidade frente à AIDS, a Gestos atua no controle social, no monitoramento de políticas públicas, na promoção de direitos e no fortalecimento da cidadania das pessoas LGBTTI. Entre diferentes atividades – inclusive no campo internacional – desde janeiro de 2017, a ONG oferece assessoria jurídica e assistência psicossocial gratuita para a população LGBTTI do Recife e Região Metropolitana, através do Projeto “Direitos Sexuais são Direitos Humanos: Promovendo Cidadania LGBTTI em Pernambuco”, financiado pela Fundação Ford.

Programação de Lançamento da Campanha #GestosPelaIgualdade:

Quando: 24 de outubro (terça-feira)
Local: Auditório do Fórum Rodolfo Aureliano (Joana Bezerra) / 2º andar, Ala Norte (Ilha do Leite)
Hora: 9h30 às 12h00

9h30 – 10h30
MESA DE ABERTURA – A Importância dos Agentes Públicos e dos Movimentos Sociais na Promoção dos Direitos LGBTTI

10h30 – 11h30
Promoção de Direitos Humanos LGBTTI

11h30 – 12h00
Lançamento da Campanha “Gestos Pela Igualdade”