Análise de deputados estaduais e federais de Pernambuco no Facebook – mar/2017

Disponível desde março, o ParlaFacebook da Paradox Zero oferece o resultado de um estudo inédito com os números consolidados de 12 meses de análise mensal das fanpages dos deputados de Pernambuco.

Desde 2014, a agência divulga gratuitamente infográficos e análises sobre a convergência entre política e tecnologia. O ranking ParlaFacebook acompanha o desempenho das páginas do Facebook de parlamentares estaduais e federais.

Quando o assunto são números absolutos de seguidores no Facebook, Rodrigo Novaes (PSD) e Priscila Krause (DEM) se mantiveram na mesma posição do ranking. Ele continua líder, com 97,9 mil seguidores, e ela, vice-líder, com 75,4 mil. Já o pastor Cleiton Collins (PP) subiu sete posições, passando de décimo (21,9 mil em 2016) para terceiro lugar (46,3 mil em 2017). Além deles três, Álvaro Porto (PSD), André Ferreira (PSC), Eduíno Brito (PP) e Edilson Silva (PSOL) conseguiram continuar entre os “dez-mais”.

A ponta de baixo da tabela também mudou pouco: Augusto César (PTB), Eriberto Medeiros (PTC), Francismar Pontes (PSB), João Eudes (PDT), Marcantônio Dourado (PSB) e Pedro Serafim Neto (PDT) continuam entre os 10 deputados com menos seguidores. Eles variam entre 260 e 1,7 mil seguidores.

Apesar de líder no número absoluto de seguidores, Rodrigo Novaes ficou entre os dez que menos cresceram na comparação entre 2016 e 2017. Ele cresceu apenas 11% — ano passado, eram 88,2 mil seguidores e, agora, são 97,9 mil.

Campeão de crescimento, derrotado no alcance

Apesar dos 300% de aumento colocarem o deputado Pedro Serafim Neto (PDT) na dianteira na variação de crescimento 2016/2017, na prática ele não tem grande alcance de público: são apenas 489 pessoas seguindo a fanpage.

Já o deputado José Humberto Cavalcanti (PTB) cresceu menos de 2%, ocupando a última posição no ranking. O parlamentar passou de 3.272 para 3.333 seguidores. É um aumento minúsculo, de apenas 61 seguidores, o que representa 1,86%.

Apesar de estar bem posicionado, ocupando a 10ª colocação geral em números absolutos, o deputado Álvaro Porto (PSD) vai mal quando se fala em crescimento regular na rede social. Ele está entre os dez que menos cresceram no ranking comparativo entre 2016 e 2017.  O aumento foi de apenas 14,1%, tendo passado de 23,9 mil seguidores para 27,3 mil, este ano.

Facebook: nem todos os deputados cuidam das fanpages

Mesmo sem disputar eleição municipal em 2016, seis entre os 10 deputados no topo do ranking continuaram dando atenção a seus perfis na rede – o que se reverteu, naturalmente, em crescimento do número de seguidores. Socorro Pimentel (PSB), Vinícius Labanca (PSB), Simone Santana (PSB), Lucas Ramos (PSB), Julio Cavalcanti (PTB) e Zé Maurício (PP) tiveram variação que oscilou entre 64% e 157% no total de seguidores das fanpages.

Mas parece que o Facebook não desperta muito interesse entre os presidentes da Alepe. Tanto Guilherme Uchôa (PDT), atual titular do cargo, quanto Romário Dias (PSD), que presidiu entre 2001 e 2007, estão entre os dez deputados com menor número de seguidores. Uchôa com apenas 1.259, enquanto Romário tem 2.324 – bem menos que o campeão, Rodrigo Novaes (PSD), com seus 97,9 mil seguidores. Além disso, nem Romário nem Uchôa possuíam fanpage um ano atrás, não sendo possível medir o desempenho dos perfis nesse intervalo de tempo.

Mulheres solitárias no Top 10

Somente duas mulheres estão entre os 10 deputados no top 10 do ranking 2016/2017. Socorro Pimentel (PSL) cresceu 157,3% de um ano para o outro, passando de 4 mil para 10,5 mil seguidores. Simone Santana (PSB) registrou 126,8% de aumento no mesmo período – eram 7,3 mil curtidores, e agora são 16,5 mil.

Análise dos deputados federais

O deputado Carlos Eduardo Cadoca (PDT) é o campeão de crescimento, no Facebook, entre os parlamentares federais de Pernambuco. O estudo registrou aumento de 150,3% no número de seguidores do perfil do deputado – em 2016, ele tinha 4,7 mil e agora soma 11,8 mil seguidores. Pastor Eurico (PHS), com 128,4% de crescimento, e Luciana Santos (PCdoB), com 91,9%, são os seguintes no ranking.

Eduardo da Fonte (PP) foi o único entre os deputados federais do Estado que registrou queda no número de seguidores, entre 2016 e 2017. Na análise comparativa, o parlamentar caiu 0,6%, passando de 26,1 mil seguidores ano passado para 25,9 mil este ano.

Na análise dos números absolutos no Facebook, Daniel Coelho (PSDB) continua  primeiro colocado no ranking: ele soma 179,1 mil seguidores. Porém, no levantamento comparativo, o tucano cresceu apenas 4,7%, o segundo pior desempenho entre toda a bancada. Abaixo dele, somente Eduardo da Fonte (que perdeu 0,6%).

Ainda em relação aos números absolutos, na comparação entre os dez mais bem colocados em 2016 e 2017, Daniel Coelho (PSDB), Luciana Santos (PCdoB) e Augusto Coutinho (SD) se mantiveram em primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente. Pastor Eurico (PHS) passou de sétimo para quarto colocado, tendo ganho cerca de 24 mil seguidores em um ano.

Danilo Cabral (PSB), que não teve seu perfil analisado em 2016 porque estava licenciado da Câmara Federal, foi o único a entrar no top 10, ocupando a quinta posição (38,8 mil seguidores).